Como Cuidar de Orquideas
4.8 (95%) 48 votes

Quer aprender  como cuidar de suas orquídeas?

Faça como a Rafaella que assim como você é uma aficionada pelas Orquídeas. Depois que ela adquiriu o curso que ensina a cuidar de orquídeas ela parou de
perder dinheiro comprando mudas e insumos caros que no final não dão resultados, pois ela não sabia que existem alguns SEGREDOS para o cultivo das orquídeas.

como cultivar orquidea

Cansado de ver suas lindas Orquídeas morrerem sem “motivo” e perder dinheiro?

Saiba como transformar sua orquídea em uma “vencedora” em exposições!

Domine as técnicas contidas neste curso e transforme as orquídeas de seu jardim em orquídeas lindas de exposição!

Uma pequena pincelada do que a Rafaella aprendeu com este curso COM VÍDEO AULA.

– Descobriu que as orquídeas precisam de uma luminosidade correta
– Descobriu os 4 grandes fatores que precisa conhecer para cultivar orquídeas
– Descobriu tudo sobre a ventilação
– A temperatura ideal
– Descobriu a origem daquela orquídea rara de que tanto gosta
– Descobriu como montar uma pequena estufa em casa e muito mais.
– Descobriu como prevenir aquelas doenças mais comuns em orquídeas
– Descobriu como elaborar remédios caseiros e parar de gastar dinheiro.

Assim como a Rafaella, seu Eusébio também obteve grandes resultados adquirindo este curso.como cultivar orquideas

Alberto Schuman é um cultivador de orquídeas com mais de 20 anos de experiência, neste tempo ele acumulou um grande conhecimento sobre o cultivo de cada tipo de orquídea
dedica grande parte do seu tempo ensinando sobre essas belas flores.

Depoimentos

Veja agora mais alguns casos de sucessos no cultivo de orquídeas:

Como cuidar de orquídeas

Mas como recebo o curso que ensina a como cuidar de orquídeas??

O Alberto desenvolveu este curso pensando em sua comodidade, pois você irá receber assim que aprovado o pagamento, todo o material do curso em seu e-mail.

 

É SEGURO COMPRAR ONLINE?

orquidea

orquideas como cuidar

 

cuidar de orquidea

Vou citar abaixo alguns pontos do que eu aprendi com o curso  ( como cuidar de orquídeas )

 

1º – Escolha o vaso certo.

O mais comum é o vaso de terracota (em argila ou plástico).

2º – Use o substrato adequado.

As raízes de orquídeas precisam de mais espaço aéreo do que a terra fornece, então os substratos para orquídeas tendem a não ter terra.

3º – Uma mistura fina é melhor para orquídeas menores e para as que têm raízes pequenas, que precisam ficar na umidade.

Faça uma mistura fina com 4 partes de casca de pinheiro, ou lascas de casca de coco, ou casca de pau-brasil, uma fina camada de carvão, uma camada da perlite de horticultura ou um pouco de terra preparada com materiais orgânicos para vasos.

4º – Tenha uma fonte de luz correta.

As orquídeas precisam de muita luz e, dependendo do tipo da flor, será preciso ter luz indireta ou luz plena.

5º – Mantenha a temperatura correta.

Descubra se sua orquídea é uma “orquídea fresca” ou uma “orquídea quente”. Os dois tipos preferem temperaturas um pouco diferentes.

A cada dia que passa centenas de pessoas tem entrado para um grupo de aficionados por orquídeas, que são chamados de orquidófilos, isso tem ocorrido pelo fato dessas flores maravilhosas estão se tornando muito populares no Brasil, mas com certeza há ainda muitas dúvidas de como cuidar de orquídeas em casa, de maneira correta e sem causar danos a sua planta.

Existe um tabu que diz que cuidar de orquídeas é muito difícil ou que é necessário investir muito tempo e dinheiro. Isso com certeza é um mito, pois hoje em dia há espécies de orquídeas muito resistentes, de baixo custo e que com cuidados básicos ficam lindas e duráveis.

Temos hoje no Brasil diversas opções de orquídeas que podem ser cultivadas artesanalmente e com variadas maneiras de planta-las, por isso o primeiro passo de como plantar orquídeas é escolher a sua espécie favorita, que se encaixe com o ambiente e características de sua residência. Veja abaixo nossas dicas de como cuidar de orquídeas artesanalmente:

Veja abaixo 5 sugestões de tipos de orquídeas para você plantar em sua casa ou apartamento:

  • Cattleya: Se trata de um tipo de orquídea muito comum e apreciado no Brasil, sua florada ocorre apenas uma vez por ano e suas flores duram em média 15 dias.
  • Denphal: É uma espécie de orquídea muito adaptável em diversos ambientes, suas flores duram em média 40 dias e florescem apenas uma vez ao ano.
  • Dendrobium nobile: Muito conhecida também como Olho de Boneca, possuem algumas variedades de cores entre o rosado ao amarelado, mas o lilás é sua cor predominante. Elas florescem uma vez por ano e suas flores tem duração média de 20 dias.
  • Oncidium aloha iwanaga: Essa espécie de orquídea é também conhecida como Chuva de Ouro, elas florescem uma vez ao ano e duram em média 30 dias por ano.
  • Phalaenopsis amabilis: São conhecidas em alguns países como (moon orchid) traduzindo, orquídea da lua, é uma espécie lindíssima e muito difundida no Brasil, é uma planta bem resistente, pois suas flores chegam a durar 40 dias e florescem uma vez ao ano.

 

 

 

Veja as principais técnicas de plantio:

Em vários casos há muitas dúvidas de como plantar orquídeas e como cuidar de orquídeas de maneira artesanal, abaixo vamos dar algumas dicas sobre os melhores métodos de como cultivar orquídeas em sua casa, confira:

Como cultivar orquídeas em vasos

Plantar orquídeas em vasos é a forma mais tradicional de plantio artesanal que existe no mercado. Podemos citar basicamente três tipos de vasos disponíveis para essa pratica:

  • Vasos de barro
  • Vasos de plástico
  • Vasos de vidro

O principal segredo para o plantio da orquídea em vasos é a dosagem correta da quantidade de insumos como: terra, substrato, adubo e de água. Essas flores são muito sensíveis e qualquer exagero de algum componente pode matar a planta.

A principal diferença entre os três tipos de vaso é que os vasos de barro possuem a característica de absorver melhor a água e arejam mais as plantinhas, já os de plástico ou de vidro são hermeticamente mais fechados, com isso o cuidado com o adubo e água devem ser redobrados.

Como plantar orquídeas em troncos e arvores

 Essa pratica também é muito difundida e, diga-se de passagem, é a mais bonita entre todos os tipos de plantio de orquídeas, pois o resultado fica incrivelmente belo.

Para fazer esse tipo de plantio o maior cuidado que deve ser tomado é na hora da transferência da orquídea de um vaso ou saco plástico para fixa-la junto ao tronco. Basicamente as raízes da planta devem estar bem limpas e a planta deve ser colocada no tronco em uma altura adequada para seu manuseio, sempre o mais próximo possível do caule.

Para prendê-la na arvore basta amarrar cuidadosamente com um barbante, utilizando como base uma fibra de coco (que dará uma boa sustentação), seja prudente na hora de amarrá-la para não danificar suas raízes.

Após isso basta ter os cuidados básicos para mantê-la sadia e bonita, em aproximadamente 5 a 6 meses suas raízes já estarão definitivamente fixadas no tronco e não precisarão mais de barbantes para segurá-las.

Como cultivar orquídeas em tocos de madeira ou cascas de arvore

Diferentemente de plantar as orquídeas em troncos e arvores vivas, os tocos de madeira servem apenas de suporte, uma espécie de vaso natural. Esteticamente são muito bonitos e funcionam bastante como itens de decoração, além de garantir uma excelente absorção da água e substratos.

Como plantar orquídeas em xaxim ou fibra de coco

 Os vasos ou placas de xaxim eram realmente a melhor alternativa para o plantio de orquídeas, pois ele assegurava a absorção correta de água que sua planta precisa e evitava sua morte por excesso de água. O problema que o xaxim era extraído de maneira predatória e levando-o a ameaça de extinção. Temos hoje em dia uma alternativa ecológica feita com fibra de coco que garante o mesmo nível de absorção e não agride o meio ambiente.

Dicas para cuidar bem de sua plantinha

  • Regar: Ao regar você deve tomar o cuidado para evitar o excesso de água e por consequência matar a plantinha. Isso pode ocorrer pelo fato da água ocupar todo o espaço entre as raízes e não possibilitar que a planta respire, sem contar que também poderá ocorrer a proliferação de fungos. Na dúvida regue apenas até o ponto que a terra fique úmida e observe o comportamento da planta, mais vale regar periodicamente e manter sua orquídea saudável do que mata-la pelo excesso de água.
  • Adubo e substrato: Existe uma relação muito delicada entre os tipos e quantidades de adubo e substrato a se utilizar em cada tipo de orquídea, isso ocorre, pois existem diversos fatores que implicam na escolha correta desses elementos e uma escolha errada pode gerar problemas com a saúde de sua planta. Se você tem duvidas de como adubar corretamente a sua planta, recomendamos que estude primeiro a espécie de orquídea que pretende plantar, já que esses cuidados vão variar de espécie para espécie.
  • Luminosidade: Como todo ser vivo a orquídea também precisa do sol para se nutrir, mas há um cuidado em comum para todas as espécies, elas são muito sensíveis a exposição direta em horários de sol mais forte. Com isso recomenda-se que evite a todo custo expô-las ao sol no intervalo entre as nove às dezesseis horas. Assim como os seres humanos, recomenda-se que sua orquídea tome o sol das nove horas ou após as dezesseis.
  • Ventilação: É imprescindível que haja circulação de ar no ambiente em que sua orquídea esteja alocada, mas evite a todo custo que haja exposição direta, pois as orquídeas são muito sensíveis e suas flores poderão se danificar com o vento.

Recomendamos que você conheça mais sobre o tema, para isso posso indicar um excelente curso que pode tirar qualquer dúvida a respeito das orquídeas. Basta clicar na imagem e saiba mais.

Quer saber  como fazer um orquidário em sua casa??? Clique aqui e descubra

Summary
Review Date
Reviewed Item
Como Cuidar de Orquídeas
Author Rating
51star1star1star1star1star