Orquídea Dendrobium 
5 (100%) 1 vote

   Saiba como cuidar da sua orquídea dendrobium

 

A orquídea Dendrobium é um dos géneros mais numerosos e populares que encanta muitos orquidófilos pela sua rusticidade, delicadeza, cores e formas de suas floreinária da Ásia tropical e subtropical, estendendo-se por Nova Guiné, Bornéu, Filipinas, Austrália, e Nova Zelândia, pertencendo à família Orchidaceae. O género foi estabelecido em 1799, e seu nome vem de duas palavras gregas: dendros (árvore) e bio (vida), e significa vida sobre as árvores, pois a grande maioria de suas espécies é epífita, embora existam espécies que vegetam de forma litófita, isto é, nas fendas das rochas, entre material orgânico rico em nutrientes. A maioria das espécies produz altos pseudobulbos roliços que lembram a cana-de-açúcar, com folhas por toda sua extensão, e florescem em cores variadas. As flores agrupam-se em talos curtos ao longo dos pseudobulbos por toda a primavera até o verão, dependendo da região geográfica onde se encontrar.

orquídea dendrobium 

    Grande parte das orquídeas Dendrobium apreciam regiões de clima tropical, e por esse motivo se adaptaram bem às condições brasileiras. As espécies mais conhecidas que representam o gènero no Brasil é a Dendrobium Nobile, mais conhecido por “olho de boneca”, por causa do tom do labelo em relação as pétalas e sépalas, e pela diversidade de cores das flores. É uma planta que está perfeitamente adaptada às condições climáticas do Brasil em regiões de clima de frio, onde passam pela diferença térmica de temperatura do dia para a noite e experimentam um ar mais seco que causa um stress hídrico, fazendo com que a planta até perca as folhas, mas permitindo que ela floresça abundantemente para proliferar a sua espécie, formando belíssimos arranjos florais que perduram em média 20 dias.

    Quando cultivada em casa a planta deve ser adaptada e seguir algumas dicas para que floresça. As Dendrobiums, na sua grande maioria, florescem apenas uma vez ao ano, mas tem a característica de florir mais de uma vez no mesmo bulbo. Para florescer a espécie precisa de uma diminuição das regas depois do mês de abril, e adubação com mais fósforo, pois a medida que os novos bulbos crescem eles acumulam energia para a floração, que ocorre 60 dias depois do início do inverno. A rega, que já tinha sido reduzida, deve ser paralisada e se deve apenas borrifar as folhas no final da tarde, quando a temperatura cai, fazendo a planta sentir a diferença térmica do dia para a noite de forma mais atenuada.

Como cultivar a Orquídea Dendrobium:

Na época de crescimento esta planta necessita de regas frequentes e abundantes, principalmente no verão. Deixa-se secar a orquídea entre regas para que as raízes não fiquem encharcadas e não percam a capacidade de respiração. O local de cultivo deve ser bem arejado, com muita luz; em lugares de muito calor, evite o sol da tarde que poderá queimar as folhas. A orquídea pode ser amarrada em troncos de superfície irregular, onde pode se desenvolver até formar floradas imensas, com centenas de flores, quando bem tratadas.

Para adubar a planta durante o seu período de crescimento, é necessário utilizar um adubo granulado tipo NPK fórmula 10-10-10, dissolvido, regando o substrato. Um dia antes não esqueça de regar bem, evitando a concentração de sais que podem prejudicar a planta.

Como a Dendrobium floresce no fim da primavera até o início do verão, no início da primavera deve-se adubar a planta com fertilizante com mais fósforo, como o NPK 4-14-8.

Como replantar a orquídea Dendrobium:

O replantio da dendrobium também tem seus segredos. A espécie possui raízes finas e frágeis que se quebram com facilidade, e por isso no replante a planta precisa ficar bemfirme para que continue o crescimento, caso contrário a orquídea não se desenvolve. A mistura de carvão vegetal, pedras pequenas e casca de pinus é muito bem aceita pelas dendrobiums, pois permite o arejamento no substrato. Essa mistura é indicada para o plantio em vaso plástico com dreno no fundo, pois permite uma umidade melhor com um substrato ventilado.

Como podar as orquídeas Dendrobium:

Para podar as orquídeas deve-se aguardar até que as flores murchem, certifique-se de que as flores morreram antes de podar a orquídea, elas devem estar murchas, e você deve ver o amarelamento ou escurecimento da espiga. Remova a espiga, mas não o caule. A espiga da flor começa na ponta do caule, imediatamente acima do conjunto superior de folhas. Segure a espiga imóvel com a mão não dominante, depois use sua mão dominante para fazer um corte exato na base da espiga usando uma ferramenta de corte afiado. Corte os caules em excesso somente ao replantar. Uma orquídea forte geralmente tem pelo menos três caules maduros, mesmo que eles não floresçam mais. O melhor momento para remover um excesso de caules velhos é ao replantar a orquídea.

A Orquídea Dendrobium e substratos:

Uma atenção especial tem que ser dada ao substrato usado para se cultivar dendrobiums, pois na grande maioria das vezes são plantas de raízes finas, mais frágeis e suscetíveis a quebras e apodrecimento. Quando cultivadas em vaso plástico as orquídeas preferem substratos de maior tamanho e de secagem rápida, como cascas grossas de madeira, pedra e carvão vegetal, misturado a material orgânico como o bokashi, húmus esterilizado, areia, entre outros. No caso de cultivo em vaso de barro pode ser acrescentado musgo sfagno ou chips de coco. Nunca faça o replantio durante o período de repouso, isso pode ocasionar a morte da planta. Normalmente o replante é feito na primavera quando as raízes começam a crescer. No replantio é fundamental que a planta fique firme no vaso. Evite deixar as folhas muito molhadas na rega, pois podem aparecer manchas fúngicas e doenças bacterianas. Muito cuidado também com caracóis e lesmas que se atraem por suas finas raízes. Para afastar os animais, instale barreiras de cobre com um mínimo de 5 centímetros de largura em volta das plantas e dos canteiros de flores. A adubação deve ser constante na época de crescimento para que as plantas possam acumular bastante energia para a floração e o período de dormência.

Conheça a exótica orquídea negra

Summary
Review Date
Reviewed Item
orquídea Dendrobium
Author Rating
51star1star1star1star1star