Orquídea Cymbidium
4.9 (98.33%) 12 votes

Um pouco da história da  orquídea Cymbidium

 

A orquídea Cymbidium é conhecida no exterior como “the boat orchid”, devido ao formato do labelo de suas flores. O nome é derivado do termo cymba, palavra latinizada do grego kumbe, que significa barco. A planta é uma das únicas espécies terrestres desse tipo de epífita e pode ser cultivada em vasos, ou então como flores de corte. Essa planta exótica tem uma florescência longa e grande em que as flores aparecem desde os pecíolos curtos. É uma orquídea que é encontrada em lugares como África, Austrália e outros países asiáticos. As Orquídeas Cymbidium são originárias da Ásia e são lindas. Suas flores brotam em cachos e sua durabilidade é grande. Essas flores preferem um clima mais ameno ou frio e dão em diferentes cores. São geralmente utilizadas na decoração, visto que possuem belas flores.

    A criação da Cymbidium aconteceu através de diversos cruzamentos em que se utilizarem híbridos de cores diferentes. Para chegar as flores brancas e rosas foi utilizado o cruzamento de Cymbidium insigne e eburneum Cymbidium. Para as flores amarelas foram utilizadas as Cymbidium traceyanum, entre vários outros exemplos.

    Quando está no seu habitat natural a Cymbidium cresce como uma planta epífita (que necessita de um suporte, nesse caso nasce em árvores) e também como uma planta terrestre. A orquídea Cymbidium conta com pseudobulbos que ficam cobertos por bainhas das folhas. Esses estão dispostos um contra o outro e estão no nível do solo com uma ligação entre si feita por curtas rizomas subterrâneas. Esses pseudobulbos possuem coberturas de bainhas foliares. Já as raízes aparecem a partir da parte inferior dos pseudobulbos e são carnudas, podem ser ligeiramente ramificadas. As raízes também são cobertas por um velame de cor esbranquiçada. Uma planta que possui folhas longas, resistentes e finas que crescem a partir da base do solo no pseudobulbo. Essas plantas podem chegar ao comprimento de um metro nas espécies que são maiores e o seu crescimento pode acontecer num número de 5 a 15 flores por pseudobulbo. A Cymbidium é uma planta que possui resistência e tolerância a ambientes hostis e não necessita de muitos cuidados para que possa se desenvolver. Além disso, essa planta pode sobreviver a poucas negligências, e ela floresce ainda assim. Se essa planta conta com um tratamento adequado pode oferecer lindos cachos florais.

Temperatura e Ventilação:

A Cymbidium é uma planta que não gosta de temperaturas muito altas, em geral as temperaturas indicadas estão em torno de 15°C a 18°C. Porém, é essencial que haja umidade suficiente e uma circulação de ar relativamente boa. O cuidado com a temperatura deve ter foco na floração da planta, pois a noite ela deve ficar numa temperatura de cerca de 10°C. Sendo assim até o outono (outubro) essa planta pode ser deixada ao ar livre. Isso também é válido para a fase de maturação dos botões de flores, nessa fase a temperatura não pode ser mais elevada do que 12°C a noite. Se a temperatura estiver mais alta do que essa os botões podem cair.

 

Nas regiões onde o inverno é ameno, a sugestão é borrifar a planta com água gelada à noite e colocar pedras de gelo sobre as bordas do vaso.

A planta também gosta de uma corrente de ar para assegurar uma boa ventilação. Pode ser interessante durante a primavera (no mês de maio) deixar a Cymbidium ao ar livre, porém é fundamental ficar atento a temperatura do ar, pois é necessário que essa temperatura se estabilize e que não haja incidência direta de luz solar. A dica é esperar até o fim da floração antes de deixar a planta ao ar livre, pois uma corrente de ar que esteja mais forte ou mesmo uma mudança brusca na temperatura pode fazer com que a planta perca as suas flores.

No entanto, se em relação a temperatura a Cymbidium não é muito exigente, ela compensa no quesito luz. Durante o inverno pode ser necessário recorrer ao uso de luz artificial com o auxílio de uma estufa.

Rega e Umidade:

Essa planta precisa de regas regulares para evitar que o seu substrato de cultivo fique seco. Porém, a frequência de regas depende da temperatura do exterior e também do tipo de substrato que está sendo utilizado, pois é uma planta que não precisa de um ambiente particularmente úmido. O teor de umidade dessa planta deve girar em torno de 50%, porém, durante o verão se a temperatura subir muito é necessário pulverizar as suas folhas.

Fertilização:

A fertilização é muito importante para a Cymbidium, em geral ela deve ser feita com regularidade, mas sendo alterada a sua proporção de acordo com o estágio dedesenvolvimento da planta. Para que a Cymbidium cresça é necessário administrar uma maior quantidade de azoto (N). A fórmula do adubo deve ser: 30:10:10 (N: P: K), que significa 30 partes de azoto (Nitrogênio N), 10 partes de Fósforo (P) e 10 partes de potássio (K). Na fase de floração da planta é necessário aumentar a quantidade de fósforo na fórmula que fica assim: 10:30:20. Em seguida é necessário equilibrar a fórmula utilizando: 20:20:20.

Vale dizer ainda que a aplicação dos fertilizantes é feita com o produto dissolvido em água de irrigação numa porcentagem bem baixa, algo em torno de 0,5%. É interessante utilizar o fertilizante duas vezes por semana. O mais importante é saber que não se deve exceder 1 grama por litro de água. Essa é uma orquídea que é bem resistente e com apenas alguns poucos cuidados pode apresentar resultados incríveis.

Problemas e Soluções:

Uma das principais pragas que podem atacar a sua Cymbidium é o ácaro vermelho. Porém, ele somente ataca a sua planta se ela estiver numa atmosfera seca ou então se você deixar de regá-la por algum tempo. Para exterminar essa praga use um bom acaricida e deixe o solo e o ar úmidos. Tome cuidado para não encharcar o vaso, pois isso pode causar o apodrecimento da raiz. Aprenda como cuidar da orquídea cymbidium 

Orquídea cymbidium, significado e nome científico:

A espécie foi descoberta por Olof Swartz em 1799. Seu nome deriva da palavra grega κυμβός (kymbes), que significa “em forma de barco”, referindo-se à forma do labelo.

As Flores da Cymbidium:

Orquídea CymbidiumEm relação às flores, podemos verificar várias cores como rosa, amarelo, branco e verde. Existe a possibilidade de que as flores sejam monocromáticas ou coloridas, tudo depende das combinações que são feitas. As flores aparecem através daquela orelha típica das orquídeas, e em geral elas surgem de setembro até janeiro.

A Cymbidium pode produzir até 25 flores por haste e cada planta tem a capacidade de produzir três ou mais ramos floridos por temporada. Essas plantas se adaptam bem em locais em que as temperaturas são típicas de outono e verão. A duração média das flores da Cymbidium é de aproximadamente seis semanas.

A Orquídea Cymbidium Vermelha:

É uma planta de cultivo muito fácil, bastante resistente a doenças e variações do clima. Para floração é recomendado adubação, boa luminosidade e rega constante.

O tamanho da orquídea é de 10cm, e possui várias flores por haste, e sua época de floração é no inverno.

A Orquídea Cymbidium Rosa:

É uma flor compacta, ideal para lugares pequenos, que pode ser cultivada em qualquer tipo de vaso, seja no tradicional ou cartola. Conforme a planta vai se desenvolvendo, o espaço fica muito reduzido para o crescimento das raízes e desenvolvimento dos novos bulbos, então é o momento de dividir a planta ou simplesmente colocá-la em um vaso maior. Pode se utilizar qualquer tipo de vaso (cerâmica, plástico), o único cuidado é que o mesmo seja profundo suficiente para que as raízes cresçam normalmente.

Como tirar mudas:

A propagação por divisão de touceiras é a forma caseira de fazer mudas, separando-as sempre com pelo menos dois pseudobulbos, evitando sacrificar a planta-mãe, não danificando as raízes ao retirar a muda.

Quando podar as cymbidium:

Só retire os pseudobulbos velhos se eles estiverem ocupando muito espaço no vaso. Mesmo com uma má aparência , eles ainda fornecem nutrientes para a planta toda – e contribuem para que a Cymbidium dê flores todo ano. Quando a orquídea não utiliza mais estes pseudobulbos, eles ficam tão secos que você consegue retirá-los com a mão, sem fazer esforço nenhum. A poda dos pseudobulbos velhos só deve ser feita caso você queira melhorar o aspecto da planta (para uma exposição, por exemplo) ou precise ganhar espaço no vaso.

Cymbidium e a floração:

Orquídea CymbidiumNas orquídeas do gênero Cymbidium, novos brotos geralmente surgem durante a primavera e o verão, ao passo que as hastes começam a despontar no outono, para florescer no inverno.

Vale ressaltar que novos brotos podem surgir em outras épocas do ano. No entanto, hastes e flores somente desenvolvem-se durante o outono e o inverno, induzidos pela queda de temperatura típica destas estações. Isto ocorre porque a orquídea Cymbidium é nativa de países asiáticos como China, Indonésia e Japão. Sua ocorrência se dá principalmente em locais de clima temperado e altitudes elevadas.

Devido à sua origem, é mais difícil cultivar a Cymbidium em regiões de clima quente. Fazer esta orquídea florescer, então, pode tornar-se um desafio quase impossível. Além disso, esta é uma orquídea que dificilmente dará flores se cultivada dentro de casas ou apartamentos. É uma planta para jardins e áreas externas. Diferentemente da maioria das orquídeas epífitas, que vivem sobre as árvores, a Cymbidium é predominantemente terrestre. É fácil reconhecer o vaso apropriado para o plantio desta orquídea, que é mais estreito e alto, de plástico preto.

Como obter a umidade ideal para as Orquídeas Cymbidium em ambientes internos:

Este é um dos maiores entraves de um cultivo de orquídeas bem-sucedido em apartamentos ou lugares pequenos. Ambientes internos, totalmente isolados do solo, tendem a ser extremamente secos, até mesmo para nós, humanos. A baixa umidade relativa do ar, além de desidratar e debilitar a planta, favorece o crescimento de pragas, como cochonilhas e pulgões.

Muitas vezes, esquecemo-nos de que itens corriqueiros dos nossos lares contribuem para a baixa umidade relativa do ar, tão prejudicial às orquídeas. Cortinas, tapetes, móveis estofados e até livros, todos são agentes que retiram a umidade do ar, tornando o ambiente mais seco. Neste contexto, os umidificadores de ar ajudam bastante a amenizar o problema. Pequenos tanques de água, fontes e até mesmo aquários são também úteis para a manutenção de um ambiente mais salutar e propício ao cultivo de orquídeas em apartamentos, lugares pequenos ou interiores.

Como mudar a Orquídea Cymbidium de vaso:

Em todas as mudanças, é sempre importante colocar uma camada de dreno no fundo do vaso. Este material, que pode ser isopor, brita ou argila expandida, tem a função de impedir que a água se acumule e prejudique o desenvolvimento das raízes das orquídeas. Por esta mesma razão, não é aconselhável manter aquele pratinho acumulando água debaixo do vaso. Por outro lado, se este pratinho contiver areia ou cascalho, com uma lâmina de água ao fundo, ajudará a elevar a umidade em ambientes muito secos. Dosando e combinando estes materiais, observando as respostas das orquídeas, é possível chegar a um esquema ideal para cada situação.

Como recuperar uma Orquídea Cymbidium:

As orquídeas podem acabar sofrendo com os maus cuidados e negligências, terminando sem raízes ou somente desidratadas. Em ambos os casos é necessário recuperá-las. No caso da desidratação da orquídea o processo é simples, basta utilizar soro, facilmente encontrado em farmácias. Com um borrifador aplique o líquido na orquídea durante 15 dias, e a flor irá se recuperar em pouco tempo.

Há também um método conhecido como “UTI das orquídeas”, que consiste em colocar a planta em uma garrafa PET com substrato.

O passo a passo é o seguinte: Limpe bem a planta, retire as partes apodrecidas e lave-a com cuidado. Lave bem a garrafa PET e a desinfete. Corte-a no meio, na altura do rótulo e coloque-a no fundo da garrafa com o esfagno e feche-a. O esfagno tem que ser fervido por 10 minutos para hidratar e esterilizar. A garrafa deve ficar em lugar sombreado, sem luz direta.

Conheça a orquídea denphal

Summary
Review Date
Reviewed Item
orquídea cymbidium 
Author Rating
51star1star1star1star1star