Orquídea Chuva de Ouro

Orquídea Chuva de Ouro

A exuberância simples e alegre da Orquídea Chuva de Ouro

 

Hoje vamos falar de uma espécie de orquídea que, normalmente, quando nos deparamos com ela plenamente florida ficamos extasiados! A oncidium! Você não sabe do que se trata? Vamos tentar de novo. A orquídea Chuva de Ouro! Ficou mais fácil ligar o nome à “pessoa”, não é? Falando de nossa orquídea em questão, seus traços principais são a delicadeza de suas pétalas e, em alguns casos, um agradável perfume. Por isso, essa espécie de orquídea é muito utilizada para embelezar jardins e decorar interiores, tanto em vasos como em arranjos. A oncidium tem muitas variedades de espécies de orquídea e está espalhada largamente na América do Sul. Não é difícil identificar uma oncidium porque elas têm como característica principal um calo situado na base do labelo da flor.

Você pode encontrar florações nas cores amarela, branca, rosa, marrom, alaranjada e tigradas (têm cores amarelas com pintinhas marrons). O ciclo de vida desta família de orquídeas é de longa duração e sua floração varia de acordo com a espécie. Algumas florescem duas vezes ao ano, outras uma somente. Uma espécie bastante valorizada das oncidium é a Oncidium sharry baby, pois ela possui um agradável cheiro de chocolate.

 

Orquídea Chuva de ouro no Brasil

O exemplar mais conhecido aqui no Brasil é o oncidium variconsum de cor amarela. Eé dessa peculiaridade que nasce o seu nome popular de Chuva de Ouro! Vale dizer que existem outras plantas, e até árvores, que também são chamadas assim. Isso porque também dão cachos amarelos, belíssimos e fartos. Falando da nossa orquídea em questão, seus pseudobulbos são achatados e deles nascem duas ou quatro folhas alongadas com sulcos no meio. Na extremidade desse conjunto de folhas nasce uma linda penca de flores amarelas, com as pétalas e as sépalas bastante pequenas em relação ao labelo.

O crescimento total da planta gira em torno de 40 centímetros e as hastes de onde nascem suas flores alcançam até 90 centímetros de altura.E suas flores permanecessem viçosas por 15 ou 20 dias! Isso faz com que a Chuva de Ouro ganhe muito destaque onde é exposta. Imagine você, uma sala ornamentada com belos cachos dourados com quase um metro de altura!

 

É fácil plantar  e cuidar da Orquídea Chuva de Ouro

Assim como 90% das orquídeas no Brasil, esta espécie é epífita. Ela prefere ficar fixada em troncos de árvores, retirando os nutrientes de suas folhas e outros fragmentos que se depositam próximos à suas raízes. Aliás, suas raízes são envolvidas por uma casca fina chamada velame. O velame consegue absorver água do ar e proteger as raízes de insetos inconvenientes.

Na grande maioria das vezes, as orquídeas não suportam a luz direta do sol. Com a Chuva de Ouro não é diferente. O ambiente propício para seu desenvolvimento deve ser à meia-sombra, com muita luminosidade. Perceba que luminosidade não tem nada a ver com raios solares diretos! Pense no lugar nativo destas plantas: a floresta. A luz do sol é bloqueada pelos galhos e folhas das árvores. As plantas que vivem nos troncos ou no chão são somente iluminadas pelas frestas solares.

 

Vaso ou tronco: onde é melhor plantar a Orquídea Chuva de Ouro?

Na verdade, tanto faz. O que merece atenção é qual tipo de substrato vai melhor no ambiente onde a Chuva de Ouro vai ficar. Quem prefere ter esse exemplar em vasos, pode escolher entre um modelo de vaso de plástico ou de barro. Suas raízes são finas e tendem a se proliferar bem rápido. Outra forma de plantio, a utilização daquelas placas de fibra de coco para fixar suas mudas. Devem ser amarradas cuidadosamente com barbante ou sisal.

Pode ser utilizado cascas, lascas, pedaços de madeiras que se encontram tanto no fundo de quintais quanto em lojas especializadas. E você fica se perguntando: dá para comprar pedaços de troncos para plantar orquídeas? E não é que dá! Se por perto de sua casa, você não encontra esse tipo de substrato, pesquise na internet e você vai encontrar várias, inúmeras opções. E já são troncos tratados, preparados para receber a sua mudinha.

Como assim tratados? Muitos troncos cortados recentemente possuem bastante seiva e outros tipos de substâncias. Entre essas substâncias encontra-se o tanino, que é um elemento de defesa de muitas árvores porque provocam uma sensação de adstringência e amargor no paladar daqueles que atacarem a planta. O tanino pode ser maléfico para alguns tipos de orquídeas, daí vem a importância de tratá-los. Muitos orquidófilos deixam os troncos mergulhados em água por 30 dias ou mais, fazendo a troca da água pelo menos uma vez ao dia para retirar o tanino dos mesmos.

 

Orquídea Chuva de Ouro nas árvores

Mas se formos falar sobre as preferências da Chuva de Ouro, vamos falar sobre troncos de árvores! Se esta for a forma escolhida por você, o ideal é que a muda seja amarrada delicadamente para não quebrar suas raízes. Você pode utilizar barbante, sisal ou outro material que fixe bem a planta no tronco da árvore, porém sem machucá-la. Na verdade, a amarração é usada para prender a planta na árvore só por algum tempo. Assim que se adaptar ao lugar escolhido, suas raízes se fixarão na superfície e a Chuva de Ouro irá abraçar o tronco.

Como você pode perceber, o plantio desta orquídea é bastante simples. Quanto a adubação, pode ser utilizado NPK 10-10-10 diluído em água no início do inverno e depois da sua floração. Um aspecto que deve ser levado muito a sério é em relação às regas. A Chuva de Ouro necessita de bastante umidade e deve ser irrigada quando o substrato estiver seco. Uma dica importante é borrifar água nas suas folhas quando estiver muito calor. Os estudiosos dessa espécie dizem que a oncidium é muito eclética. Vive bem nos climas tropical, semitropical, equatorial e oceânico e podem viver em temperaturas entre 14º e 35º.

Normalmente, depois da floração nascem brotos novo junto aos pseudobulbos mais antigos. Nesse ponto é possível fazer o desdobramento das mudas. Elas devem ser separadas em três pseudobulbos para serem plantados num vaso preparado para recebê-los. Enfim, a Chuva de Ouro é mais uma amostra esplendorosa entre as várias espécies de orquídeas. Com certeza, onde quer que a encontremos, ela enche nosso dia de alegria e nos remete a um sentimento de prosperidade! Cultive essa linda orquídea e faça seu esplendor brotar na vida de seus amigos e familiares. Compartilhe esse texto com eles!